Quinta-feira, 28 de Maio de 2009

SENHORA DA PENA - PADROEIRA HÁ MEIO SÉCULO

Este ano passa meio século sobre a consagração oficial concelhia à Senhora da Pena.

Com efeito, foi em 15 de Agosto de 1959 que os courenses se colocaram sob o protectorado de Nossa Senhora da Assunção, que se venera no monte da Pena e passou a ser designada padroeira do concelho desde aquela data.

A consagração aconteceu durante as festividades, tendo nelas participado como peregrino D. Francisco Maria da Silva, então bispo auxiliar de Braga, mais tarde (a partir de 1963) arcebispo.

Perante um grande número de fiéis e com a presença das autoridades concelhias, o alto da Pena e a ermida de Nossa Senhora, testemunharam a cerimónia.

Cinquenta anos passados, estamos certos que o facto será recordado nas festividades de Agosto ou em alguma data a definir pelas autoridades concelhias.

Artigo publicado no Jornal Notícias de Coura, n.º 142, de 19 de Maio de 2009

*

Devido a uma troca de imagens, na edição impressa do NC, referimo-nos a estas fotos como sendo da visita a São Paio de Mozelos, de D. Francisco Maria da Silva. Aproveito para corrigir aqui o erro e referir que o prelado retratado é D. Manuel Ferreira Cabral, Bispo titular de Dume e auxiliar de Braga. Numa das fotografias identificamos o padre monçanense Manuel Joaquim Barros de Oliveira, durante anos pároco de São Paio de Mozelos, Santa Marinha de Padornelo e São Pedro Fins de Parada, cuja administração paroquial deixou em Agosto de 1995.

Pelo lapso as nossas desculpas mas, só não erra quem não faz!

 

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 19:23
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (6) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quarta-feira, 27 de Maio de 2009

Reportagem de Ana Peixoto Fernandes (JN) sobre o gado à solta em algumas freguesias courenses

 

"Gado bravo só não vem dormir na nossa cama"
Cavalos e vacas abandonados pelos montes destroem plantações
 
Três autarcas de Paredes de Coura emitiram um pedido de socorro ao Governo para tentar solucionar o velho problema da destruição de culturas agrícolas por gado equino e bovino que anda à solta nos montes.
Em Bico, Vascões e, mais recentemente, Mozelos, a população vive em sobressalto porque não há horta ou pasto que resista às investidas dos animais semi-selvagens. "Temos sido martirizados. O gado bravo só não vem dormir connosco à cama", queixa-se António Raínho, 69 anos, morador no lugar de Lamas, freguesia de Vascões, uma zona onde existiu uma colónia agrícola e hoje não há ninguém que não tenha já sofrido prejuízos com a descida das 'burras' (nome que a população dá aos cavalos) e das vacas dos baldios para as povoações à procura de pasto.
"Porta por porta não há ninguém que não se queixe. Isto é uma bicharada que devora tudo", corrobora a mulher de António, Delfina Raínho, de 66 anos, lamentando: "Não nos têm deixado nada para o nosso rebanho. Temos tudo vedado a rede mas não adianta. Um dia destes eu e mais o meu marido fomos no tractor e quando chegámos ao nosso terreno, à beira da estrada, lá estavam dentro três bois enormes".
À porta dos Raínho vai-se juntando vizinhança, enquanto os donos da casa desfiam histórias sem parar. "Sou bombeiro e um dia destes vinha à noite para casa e contei 19 vacas na estrada. Não me atrevi a passar porque elas são bravas atiram os cornos ao carro e estragam tudo", conta o marido de Delfina, logo seguido por mais um testemunho da mulher: "Um vizinho nosso que foi ao monte procurar um bocadinho de mato para trazer para os estábulos, quando saiu do tractor, foi atacado por uma vaca e foi parar ao hospital. Nunca mais se soube mais nada, porque depois os donos do gado não se acusam, e pronto, mal do homenzinho que ficou empenado". "Aqui tem sido uma miséria. Carros inutilizados, pessoas aleijadas, tudo por causa desse gado maligno…", lastima.
Que o diga Maria de Sousa, que ao 75 anos exibe numa perna as marcas de um episódio vivido com animais bravios. "Uma vez foram-me às couves e eu fiquei aleijada porque fui atrás das 'burras' para as tirar do campo e caí", lembra a idosa, deixando transparecer nas palavras a sua revolta: "Até tinha coragem de lhe dar um tiro".
Histórias como estas ouvem-se por toda a região, principalmente, nas freguesias de Vascões e Bico, e, por causa disso, há mesmo quem defenda que a destruição de cultivos explica o aparecimento de animais mortos a tiro ou envenenados no concelho. Recorde-se que no ano passado foi encontrada na área da Paisagem Protegida de Corno de Bico uma dezena de garranos chacinada a tiro de zagalote e, mais recentemente, foram encontradas outras três cabeças de gado equino abatidas a tiro na freguesia de Mozelos. Até agora, as autoridade não acharam explicação para o sucedido, apesar de, pelo menos, no primeiro caso, as investigações se encontrarem sob a alçada da Polícia Judiciária.

in: http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana%20do%20Castelo&Concelho=Paredes%20de%20Coura&Option=Interior&content_id=1243850

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 21:52
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

Sobre a tão falada "Lei dos Poços"...

Visite:

http://www.arhnorte.pt/

 

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 17:09
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar

Câmara Municipal de Paredes de Coura recebe prémio "Pró-Família 2009"

in Diário do Minho, edição de 20 de Maio de 2009

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 16:10
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quarta-feira, 20 de Maio de 2009

PORREIRAS -SINALIZAÇÃO À MANEIRA!

Em nova visita às Porreiras, damos conta de mais um passo na incessante valorização do seu património que a freguesia tem levado a cabo. Assim, e ainda no âmbito da programa AGRIS, foi executado o projecto de colocação de sinalética.
As novas placas de sinalização dos lugares, monumentos e outros pontos de interesse da freguesia são construídas em madeira tratada, material nobre que se coaduna na perfeição com a tipicidade envolvente.Todos os pontos sinalizados nas placas são acompanhados da simbologia característica.
Já agora, que tal uma alteração da imagem que representa a Eira Comunitária das Porreiras nas placas (chapas) que estão espalhadas em diversos pontos do concelho?! Basta uma volta de 180 graus!!

 

Artigo publicado no Jornal Notícias de Coura, n.º 141, de 05 de Maio de 2009

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 12:51
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quinta-feira, 14 de Maio de 2009

Vídeo da RTP sobre um projecto inovador da fábrica de calçado Kyaia

 

Aproveitando o momento, desejamos as maiores felicidades à empresa Kyaia pela passagem dos seus 25 anos de existência.

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 22:58
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (5) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Segunda-feira, 11 de Maio de 2009

Reportagem de Ana Peixoto Fernandes (JN) sobre a venda do "Vaidoso"

 

Bombeiros querem vender carro "Vaidoso"
 
Os Bombeiros de Paredes de Coura querem vender o carro mais emblemático da corporação, conhecido por "Vaidoso". O camião Morris, de 1970, está funcional e está avaliado em 2000 euros.
Já foi a coqueluche da corporação de bombeiros de Paredes de Coura, tanto que no quartel foi baptizado de "Vaidoso". Hoje, com cerca de 40 anos de vida, metade dos quais ao serviço do Exército português e a outra metade como viatura de combate a incêndios, está à venda com um valor comercial que não ultrapassa os 2000 euros.
Trata-se de um camião Morris de 1970, que era utilizado para o transporte de militares e que chegou intacto à mão dos bombeiros courenses em finais da década de 80.
"Na altura fomos nós que cuidamos de o 'encarroçar' e adaptar a carro de combate a incêndios e como ficou muito lindo, começamos a chamar-lhe 'Vaidoso'. Foi o carro mais querido por nós todos e sempre que pegávamos nele, ao passar as pessoas diziam 'lá vai o Vaidoso'", contou ao JN, Alberto Carvalho, um antigo bombeiro.
A viatura está, actualmente, à venda porque, segundo o presidente da direcção dos voluntários de Paredes de Coura, Barbosa da Silva, perdeu utilidade, embora esteja totalmente funcional.
"Com dois carros de combate a incêndios que recentemente recebemos de França e com os que já tínhamos já deixou de ser útil", justifica aquele responsável, referindo que a curiosa viatura pelo facto de manter ainda todas as suas funções, incluindo o auto-abastecimento de água (tem capacidade para três mil litros), "poderia servir uma vacaria, uma quinta ou um empreiteiro para utilizar nas obras", sugere Barbosa da Silva.
in: http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Viana%20do%20Castelo&Concelho=Paredes%20de%20Coura&Option=Interior&content_id=1227097
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 11:32
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (14) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quinta-feira, 7 de Maio de 2009

VAIDOSO À VENDA

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura tem à venda o “Vaidoso”, nome por que é conhecido o velho Morris, veículo pesado oferecido à corporação pelo exército e transformado e adaptado ao combate a incêndios, com a colocação de motobomba e depósito de água, na segunda metade da década de oitenta do século passado.
Recordamos bem o apoio que a viatura deu em grandes incêndios, principalmente durante a inoperância do autotanque.
 
Foi apadrinhada, a 18 de Agosto de 1987, pelo comandante do corpo activo de então, o saudoso Romeu João de Carvalho (exerceu funções de 1967 a 1987). Naturalmente que aparecerão opiniões favoráveis ou desfavoráveis à venda do “Vaidoso”, o certo é que nem todos os veículos poderão ser preservado. E com a entrada ao serviço de novas viaturas o espaço do quartel torna-se escasso. Entendemos que essencial, a nível de viaturas motorizadas, é a conservação da velha ambulância Volkswagen kombi (Imaculada Conceição), do “Jipão” (Land Rover) e da primeira viatura dos Bombeiros, o pronto-socorro Bedford, o qual, ao que sabemos, está já a receber trabalhos de restauro.
Artigo publicado no Jornal Notícias de Coura, n.º 141, de 05 de Maio de 2009
Romeu João de Carvalho, conhecido como “João do Registo” por ter sido funcionário da Conservatória do Registo Comercial, exerceu funções de comandante dos Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura de 2 de Junho de 1967 a 30 de Setembro de 1987. Nascido na freguesia de Paredes (de Coura) a 1 de Novembro de 1928, era filho de Júlio Vieira de Carvalho (da família dos “Barbaças”) e de Belmira dos Santos Carvalho. O Comandante João despediu-se de nós a 24 de Março de 1996.
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 13:07
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Terça-feira, 5 de Maio de 2009

Segurança e acesso ao campo de futebol

*

Foram concluídos os trabalhos de melhoramento do caminho e largo dos balneários do Sporting Clube Courense, no Lugar do Testo. As obras incluíram a colocação de calçada à portuguesa e a criação de uma área de estacionamento, procedendo-se de igual modo à plantação de árvores no local. Moradores, utilizadores do campo de futebol e visitantes do Courense têm agora a vida menos difícil depois de anos em que a circulação viária era bastante complicada, sendo aquele um local praticamente intransitável durante o Inverno.
A recente Assembleia de Freguesia, para além de aprovar, por unanimidade, o documento de prestação de contas de 2008, falou desta e de outras obras. Com efeito o presidente Joaquim Felgueiras Lopes anunciou ainda que será brevemente posto a concurso o arranjo da Rua Dr. Bernardino Machado (da rotunda dos Dadores ao largo do castanheiro em Sequeirô), obra a realizar pelo município.
 
Em nome da segurança foram recentemente colocadas grades de protecção no caminho do chamado largo do Toti à Rua Dr. Bernardino Machado. A este propósito, refira-se que Joaquim Felgueiras Lopes tem vindo a intervir nas assembleias municipais no sentido de apelar à colocação de idêntico gradeamento na urbanização do Carvalho Grande (junto ao ginásio “Corpo Vivo” e ao cabeleireiro “Spegulo”).
Na área da sinalização vertical, nota para a colocação de um sinal de “Stop” no cruzamento do caminho de Rande com a Rua do Padre Casimiro Rodrigues de Sá. Também foram colocados dois espelhos convexos, um no largo do tanque do Lugar de Santa e outro próximo do largo da Senhora do Rosário em Lamamá.
Nota negativa para o vandalismo de que tem sido objecto o parque do Penedo das Vistas, com a destruição de sinalização, vedação e da própria vegetação. Soubemos que o executivo da Junta já alertou as autoridades competentes.
Artigo publicado no Jornal Notícias de Coura, n.º 141, de 05 de Maio de 2009

Posteriormente à publicação deste artigo, e mais uma vez em nome de segurança, foi colocado mais um gradeamento, no lugar de Sequeirô, junto á casa da saudosa "Tia Leta do Estudante".

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 17:19
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (3) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 1 de Maio de 2009

Recordar - 1 de Maio de 1974 em Paredes de Coura

Livremente, em 1974 os Courenses comemoraram o Dia do Trabalhador!

Na foto vemos um cortejo cívico, com populares empunhando cartazes com diversas mensagens, descendo a Rua do Dr. Albano Barreiros, conhecida como "Calçada da Cadeia".

Sabemos que a carrinha que vemos na imagem era pertença dos Auto Estofadora Courense.

Na Rua dos Heróis do Ultramar, um popular saúda o cortejo.

Subindo a Rua do Conselheiro Miguel Dantas.

Paragem no Largo do Visconde de Mozelos, frente aos Paços do Concelho. Na foto, do lado direito junto aos cartazes, encontramos Ilídio Barbosa, da freguesia de Parada, conhecido pelo oposição ao antigo regime. Momentos depois, colocou uma coroa de flores junto do monumento ao Conselheiro Miguel Dantas.

No centro da foto, podemos observar a figura do Dr. José Gomes Moreira (de cabelo branco), o advogado dos pobres, opositor de Salazar, um dos fundadores do Partido Socialista em Paredes de Coura. A sua importância e valor foram reconhecidos com uma atribuição toponímica na Vila de Paredes de Coura(em 1997 a edilidade atribuiu o seu nome a um dos arrumamentos da Vila, na zona da antiga Quinta da Casa Grande).

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 00:01
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (4) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Artigos recentes

. 43.º aniversário do 25 de...

. REALIZAR: poesia | Parede...

. ASSOCIAÇÃO DE PADORNELO D...

. Rezar pelos doentes e pel...

. EVOCANDO UMA ILUSTRE FIGU...

. Almoço/Angariação de fund...

. Almoço solidário a favor ...

. Ligação da Zona Industria...

. Orfeão Arciprestal de Par...

. XVI ENCONTRO DE JANEIRAS ...

.Arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Ligações

.últ. comentários

Procurei este nome na internet por mera curiosidad...
Tenho muito péna ver certas alminhas acabar assim
Orgulho de um familiar . Pelo visto a familia e g...
Gosteis desta coberturas de piscinas (http://www.c...
Boa obra do Municipio.
Desculpe troquei o nome, o correto é Miguel do pat...
Olá José, somente agora vi os comentarios no blog ...
Ola Teresa, somente agora visualizei sua mensagem,...
Olá Eduardo,Podemos manter contato pelo email: al...
Gostava de saber se este livro se encontra à venda...

.mais comentados

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.subscrever feeds

blogs SAPO