Quarta-feira, 2 de Outubro de 2013

As festas de Resende

 

 

Festa de Nossa Senhora de Fátima e de Nossa Senhora da Piedade

Como é habitual oito dias antes das festividades decorreu a chamada “Procissão da Muda”, esta procissão decorre sempre no domingo antes da festa, e consiste em levar a Senhora da Piedade e a Senhora de Fátima para a Capela da Lapa, onde permanecem até sábado à noite. Esta “Procissão da Muda” é sempre acompanhada por imensas pessoas, sendo que uma boa parte vem agradecer à Senhora da Piedade alguma ajuda que receberam num momento de aflição.

Durante a semana que antecede as festividades decorreram todos os dias as novenas preparatórias para a festa. Após quatro dias de novena na Capela da Lapa, realizaram-se na igreja paroquial os atos religiosos que antecedem estas festividades. Assim foi no passado dia 30 de agosto à noite que começaram as tradicionais festas da Piedade. Eram 22:30 quando o Grupo JÚNIOR’S deu início a festa. Nesta noite o recinto encheu, e assim todos dançaram até ao final da noite ao som destes jovens das Porreiras.

Sábado dia 31 de Agosto deram início a festa bem cedo, eram 8:00 horas da manhã quando se fez sentir a alvorada com salva de morteiros e o som dos bombos encheu o recinto. Em seguida alguns membros da comissão de festas deslocaram-se no habitual “passeio” com os gaiteiros pela freguesia e também pela Vila, de forma a angariar mais alguns fundos e também alegrar a população. Este ano a festa contou com o Grupo de Bombos de Santo André Amarante, que já marca presença nestas festividades a alguns anos. Depois do “passeio” e de irem a casa dos membros da comissão de festas tocar a habitual “musiquinha” de agradecimento pelo trabalho prestado, dirigiram-se à igreja paroquial. Pelas 12:00 horas foi lançada uma partida de fogo como já é costume desta festa. Já da parte da tarde e como é habitual as pessoas vão chegando ao recinto para o tradicional jogo do chavelho, jogo este que conta sempre com bastantes apoiantes. Ao início da noite saiu da capela da Lapa a tradicional Procissão de Velas, procissão esta que “devolve” a Senhora da Piedade a sua casa, esta procissão termina na igreja paroquial com um sermão em honra da Sra. da Piedade. Pelas 22:40 horas deu início ao arraial noturno o Grupo Roconorte. O recinto começou logo a encher-se e rapidamente se tornou pequeno para tanta gente. Este dia é esperado ansiosamente durante todo o ano, os mais idosos juntam-se nos coretos, pois ali dançam sem apanhar pó e veem tudo o que acontece durante a noite, e isto já se repete há muitos anos, os mais jovens dançam em frente ao conjunto até ao fim e claro mesmo aqueles que nunca dançam na festa da terra dão sempre o ar da sua graça. Era 1:00 hora quando ocorreu a grande sessão de fogo-de-artifício. De seguida o grupo iniciou a segunda parte, é certo que as pessoas de mais idade dizem que a segunda parte dos arraiais é para os mais jovens mas surpreendentemente este ano até os mais idosos dançaram a “nossa” música como carinhosamente eles nos dizem. O arraial durou até as 3:30 da manhã sempre com bastante gente.

Já na manhã de domingo e como é de praxe a comissão de festas vai até à vila fazer a famosa entrada das bandas, este ano com a Banda de Revelhe de Fafe e a Banda de Golães de Fafe. Depois da entrada na vila trouxeram-se as bandas para o recinto da festa onde se fez uma “nova” entrada, e mais uma vez maior parte da população que se encontrava na vila deslocou-se já para o recinto. É com enorme prazer que ano após ano vemos o número de pessoas a aumentar na entrada das bandas, alguns sem dormir outros com poucas horas de sono mas o que é certo é que a população de Resende não falha. É claro que aqui vemos gente de outras freguesias o que nos deixa muito contentes e desde já agradeço a todas as pessoas que logo de manhã nos acompanharam. Depois da tradicional entrada das bandas seguiu-se o início das atuações das mesmas. Como o domingo ainda ia a meio pelas 11:00 horas iniciou-se a missa, este ano com Missa Campal. Tudo foi organizado ao mais pequeno pormenor pela comissão de festas e alguns ajudantes, ninguém ficou ao sol e todos tinham lugar para se sentar, pois num dia de tanto calor todos necessitavam de um lugar à sombra para assim assistirem atentamente à eucaristia. Todos ficaram surpreendidos com esta iniciativa da missa campal e o que é certo, é que a missa teve mais gente do que se fosse na igreja, podemos assim dizer que se viveu um ambiente de grande harmonia e fé este ano na missa da festa.

Pelas 15:00 horas deu-se início a procissão esta contou com seis andores, figurado, bandeiras das confrarias e tudo o resto que é habitual. No início da procissão este ano a comissão de festas decidiu mandar as mordomas da festa trajadas a rigor, já não se usava há muitos anos, mas este ano pensamos que as tradições não se devem deixar morrer e por isso fomos buscar ao fundo do baú os tradicionais trajes de mordomas.

A procissão é sempre bastante grande pois todos os que estão no recinto a acompanham, quer ajudar, quer como devotos, e como já é habitual está a procissão a chegar a Lapa ainda os devotos vem a entrar no cruzamento na estrada nacional, foi de facto uma procissão muito extensa e muito bonita.

Depois da procissão seguiu-se o habitual concerto das bandas e claro o tradicional bazar. Pelas 20:30 horas ocorreu a tradicional despedida das bandas e se o recinto já estava bem composto durante toda a tarde a esta hora encheu por completo, é fantástico o apoio que todos os anos a comissão de festas de cada ano recebe nesta hora, é muito gratificante para quem trabalha durante todo ano para esta festa, coisa que não é fácil e muita gente não o sabe, e principalmente nos dias de hoje, chegar ao domingo à despedida das bandas e ver tantos sorrisos no rosto, ouvir tantas palavras bonitas vindas de fora é realmente muito bom. Assim decorreu a tradicional oferta dos ramos às bandas por parte das mordomas e em seguida a despedida das mesmas.

A festa não poderia ter corrido melhor, S. Pedro esteve do nosso lado, foram inúmeras as pessoas que ajudaram a comissão de festas sem pedir nada em troca, porque já diz o ditado onde tudo ajuda nada custa. É claro que não poderia terminar sem agradecer a todos os que tiveram presentes, aqueles que ajudaram a comissão de festas todo o ano e claro um obrigado a todos os que de uma forma ou de outra contribuíram para esta festa. Parabéns à comissão de festas, e para a nova comissão de festas muita sorte.

Artigo e fotos enviados por Cláudia Carmo e publicadas no jornal “O Coura”

 

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 12:20
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Artigos recentes

. Festas do Concelho de Par...

. XXIV Feira Mostra de Prod...

. Festa da Truta - De 2 a 4...

. Hoje - Mês de Maria - Pro...

. Concerto a Maria pelo Orf...

. Casa de Deus há 54 anos!

. 43.º aniversário do 25 de...

. REALIZAR: poesia | Parede...

. ASSOCIAÇÃO DE PADORNELO D...

. Rezar pelos doentes e pel...

.Arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Ligações

.últ. comentários

Procurei este nome na internet por mera curiosidad...
Tenho muito péna ver certas alminhas acabar assim
Orgulho de um familiar . Pelo visto a familia e g...
Gosteis desta coberturas de piscinas (http://www.c...
Boa obra do Municipio.
Desculpe troquei o nome, o correto é Miguel do pat...
Olá José, somente agora vi os comentarios no blog ...
Ola Teresa, somente agora visualizei sua mensagem,...
Olá Eduardo,Podemos manter contato pelo email: al...
Gostava de saber se este livro se encontra à venda...

.mais comentados

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.subscrever feeds

blogs SAPO