Sexta-feira, 11 de Julho de 2014

Cancioneiro Courense - Romeirinhos a São Bento

 

Publicamos algumas quadras que eram cantadas pelos romeiros a São Bento, as quais foram recolhidas pela Associação Cultural Recreativa Deportiva de Paredes de Coura (ACRDPC) com a prestimosa ajuda de D. Maria da Luz Castro Marinho.

 

 

Romeirinhos a São Bento

 

I

 

Senhor S. Bentinho

 

Aqui Vos trazemos

 

Estes romeirinhos

 

Que Vos prometemos

 

II

 

Que Vos prometemos

 

E Vós aceitais

 

Senhor S.Bentinho

 

Bendito sejais

 

III

 

Senhor S.Bentinho

 

Promessa ganhou

 

Por este devoto

 

Que da morte livrou

 

IV

 

Da morte livrou

 

Ficou bem contente

 

Senhor S. Bentinho

 

Sejais para sempre

 

V

 

Senhor S.Bentinho

 

Estrelinha do norte

 

Vós destes a vida

 

A quem esteve à morte

 

VI

 

A quem esteve à morte

 

Tanto padeceu

 

Senhor S. Bentinho

 

Foi quem lhe valeu

 

VII

 

Foi quem lhe valeu

 

Ficou bem contente

 

Senhor S. Bentinho

 

Sejais para sempre

 

VIII

 

Senhor S. Bentinho

 

Aqui Vos trazemos

 

Estes romeirinhos

 

Que Vos prometemos

 

IX

 

Que Vos prometemos

 

Com tanta devoção

 

Senhor S. Bentinho

 

Do meu coração

 

X

 

Senhor S.Bentinho

 

Estamos a chegar

 

Abri - nos a porta

 

Deixai - nos entrar

 

XI

 

Senhor S. Bentinho

 

Que estais no altar

 

Ouvi estes romeirinhos

 

Que estão a chegar

 

XII

 

Senhor S. Bentinho

 

Estais na vidraça

 

Abri-nos a porta

 

Cobri - nos de graça

 

XIII

 

Senhor S. Bentinho

 

Que estais no Mosteiro

 

Fazeis os milagres

 

No mundo inteiro

 

XIV

 

Senhor S. Bentinho

 

Andamos à roda

 

Se estais satisfeito

 

Mandai - nos embora

 

XV

 

Senhor S. Bentinho

 

És nosso paizinho

 

Nós “imos” embora

 

Vós ficais sozinho

 

XVI

 

Senhor S.Bentinho

 

Estais lá nos Céus

 

Nós vamos embora

 

Adeus e adeus

 

 

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 09:44
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 9 de Novembro de 2012

Cortejo Etnográfico 2012 - Vila 1.ª parte


Estandarte concelhio


Bandeiras das duas associações culturais da freguesia: Lamamá e Paredes de Coura


A freguesia de Paredes de Coura encenou episódios do Natal de antanho


O primeiro quadro representava uma ceia de Natal


 


 


 


 


Mãos experientes prepararam a preceito a refeição, onde não faltava o bacalhau com batatas cozidas, a hortaliça, e saborosas rabanadas.


 


 

 

Os pitéus não só foram provados pelos participantes neste quadro, como também por toda a assistência, sendo distribuídas dezenas de rabanadas de leite e de vinho.

 


 


 


 


O primeiro quadro da representação da Vila findou com a participação de alguns petizes, trajados a rigor, que cativaram os espectadores pela sua espontaneidade.
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 15:42
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Terça-feira, 18 de Setembro de 2012

Festas do Concelho de Paredes de Coura 2012 - Cantares dos Reis no Cortejo Etnográfico


11 de Agosto de 2012

Cantares dos Reis, último quadro da representação da freguesia de Paredes de Coura intitulada "Natal de outrora"
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 10:34
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 12 de Novembro de 2010

Instrumental Minhoto

Instrumental Minhoto interpretado pela Grupo "Ré Maior" da Associação Cultural de Mozelos - Paredes de Coura, no decorrer do V Encontro de Grupos de Música Tradicional que se realizou em Mozelos no dia 24 de Outubro de 2010.

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 17:55
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Terça-feira, 2 de Novembro de 2010

DESFOLHADA NO CHÃO DO ABADE COM TODOS OS MATADORES

As terras courenses sempre se revelaram adequadas para o cultivo do milho, esse cereal que adquiriu para nós tamanha importância ao ponto de figurar no brasão do concelho. No passado dia 16 de Outubro, no renovado Largo da Chão de Abade, a Associação Cultural Nossa Senhora da Purificação de Formariz recriou uma desfolhada tradicional.
Não faltaram braços para ajudar nos trabalhos inerentes a essa actividade, e num ápice se fez a descamisada, o depósito das espigas em cestos e a construção da meda com a palha.
No final, tal como era habitual, não faltaram as modinhas, e que bem cantam as gentes formaricenses, ao som da concertina, assistindo-se também a um animado bailarico.
A Associação Cultural prendou todos os participantes e assistentes com algumas iguarias, como sendo broa caseira, figos, vinho novo, café da picha, e um saboroso chocolate fazendo-nos recordar o tradicional “Farruco” que era confeccionado em Valença do Minho.
Enaltecemos esta colectividade de Formariz por toda a actividade cultural que desempenha ao longo do ano. Num breve espaço de tempo, desde a sua recente fundação, afirmou-se como uma das mais activas associações courenses.
in Jornal Notícias de Coura, edição n.º 175, 02 de Novembro de 2010
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 22:54
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010

Bento Macedo - Tocador de concertina

 

 

 

Amigo leitor, vem daí comigo para uma viagem diferente, ao longo de décadas, com várias etapas, um só percurso! Vem daí conhecer melhor a vida de Bento Macedo, mestre de concertina, e também da terra que o viu nascer. Vem daí à freguesia de Vascões, ao lugar histórico da Giesteira!

 

«(…) Mas é certo, que por mais que os olhos queiram procurar outros assuntos, eles não deparam senão com essa luxuriosa natureza, fecundada e boa, que instintivamente nos recorda todas as felizes abundâncias da propriedade, as eiras cobertas pelo milho, os rebanhos nédios, os frutos saborosos, o leite puríssimo, os linhos corando sobre a relva húmida dos prados. É isto o que é e sempre foi Coura. (…)» in Vieira, José Augusto; “O Minho Pitoresco”

 

 

Bento Fernandes Macedo, nasceu a 26 de Abril de 1950, no lugar da Giesteira, freguesia de Vascões, concelho de Paredes de Coura, distrito de Viana do Castelo. Pelo que conta nas suas histórias, não foi muito longe da introdução que inicia este texto, que conheceu todo o concelho de Paredes de Coura. Hoje já não é bem assim, fruto do tempo e do progresso. Mas para sua felicidade, o lugar onde nasceu ainda está muito bem conservado, cabe-te a ti, leitor, fazer uma visita á Giesteira, e de lá admirar o mais lindo carvalhal da Europa, deixa-te envolver pela natureza, aproveita todos os segundos neste “ Éden “ perdido. Talvez fruto desse ambiente, nasceu e viveu neste lugar, uma personagem histórica conhecida ainda hoje como o Padre Giesteira, ou sábio da Giesteira (Séc.XVII). Devido ás suas múltiplas virtudes, e ao seu dom de notável orador sagrado, conseguiu protectorado para a sua casa e para o seu lugar. Quase até aos dias de hoje, a Giesteira gozou desses privilégios, como costuma contar Mestre Bento, ninguém entrava ou passava por lá, sem antes pedir licença, ficando também este lugar a ser refúgio de foragidos, de pobres, de desprotegidos. Vai à Giesteira leitor, descobre a casa do Sábio, vai ver a Capela da Sr.ª da Conceição, vai ver as casas, os alpendres, os palheiros, onde na infância Mestre Bento convivia com os pobres que por lá se alojavam, e com eles comia da marmita de alumínio, a pobre refeição de bocados de pão esmigalhado com água. Outros tempos…! Desde a infância, Bento Macedo, ficava entusiasmado com os sons das concertinas, pedindo aos tocadores da época que o deixassem experimentar. O resultado foi o rápido assimilar das notas soltas, próprias desse instrumento musical.

  

 

A primeira concertina

Aos nove anos de idade foi-lhe oferecida uma velha concertina, por um amigo de seu pai, vindo de Lisboa, que passava férias na Giesteira. Imagina leitor, a cara de felicidade daquele menino! Num passado já longínquo, realizavam-se em Vascões, grandiosas festas em honra de Stº António. Bento recorda com saudade desses tempos, onde não faltavam os bailaricos, e onde se reunia uma grande multidão de forasteiros, ainda hoje se canta uma música própria dessa romaria. Era também no adro da Capela dedicada àquele Santo que se dava anualmente a uma prática tradicionalista: reza a história, que no dia da Espiguinha, armava-se um baloiço, num carvalho do adro. Quem lá se balouçasse ficava protegido durante todo o ano de maleitas da cabeça. Em 1958, dá-se nas terras de Coura, o ressuscitar das festas concelhias, e logo se efectua um concurso de ranchos folclóricos. Várias foram as freguesias que se apresentaram a concurso, entre as quais Vascões, e a vizinha freguesia de Bico, cada qual com o seu bairrismo típico! Devido à semelhança das suas músicas, danças e trajes, resolveu-se em 19 de Março de 1959, unir-se esforços, sendo assim, houve a união das duas freguesias num só agrupamento, que tomou o nome de “ Grupo Folclórico Camponês de Bico “, o qual ao longo dos anos levou bem longe o nome de Paredes de Coura. Este agrupamento era considerado por todos como um dos melhores a nível nacional, e chegou a conquistar diversos primeiros lugares em concursos folclóricos, dentro e fora do concelho. Deves estar a interrogar-te acerca da designação de “ camponês “, mas é de fácil explicação: foi-lhe dado esse nome porque, a maioria dos seus elementos trabalhava na actividade agrícola, principal actividade do concelho de Coura naquela altura, chegando mesmo a ser conhecida como “ Celeiro do Minho “. Aos onze anos de idade, o menino Bento começou a tocar ao lado dos tocadores do Grupo Folclórico Camponês de Bico, e, no intervalo dos espectáculos, tocava sozinho umas modinhas para deleite do público. Eram tempos em que se ouviam músicas tais como: o Vira de Roda, os passos Manuel da Horta, Laurentina, a Chula do Salto (Bento ainda se lembra dos mais antigos a ensinar a dança desta música, durante um dos muitos ensaios do agrupamento), a Serrinha (com a sua letra dedicada ao Monte de Corno de Bico: Ó serra, serrinha/ Do alto da serra/ Tu és a mais linda/ Cá da nossa terra), entre muitas. Duas delas leitor, porque acho importante, e porque estão incluídas no seu trabalho discográfico, vou explica-las pormenorizadamente. Lembras-te quando falei da união das freguesias? Pois bem, nessa altura (1959) foi criada uma música para apresentação em palco, que era a Marcha do Alto-Coura, música essa que anda um pouco esquecida! A segunda música de que te falo é a Chula do Maia, bastante conhecida a nível concelhio, mas pouco fora dele. Esta música é caracterizada pelo forte timbre de voz feminino e pelo prolongamento quase exaustivo da voz durante a entoação das quadras, ora isto deve-se, caro leitor, à necessidade das pessoas antigamente se comunicarem de campo para campo, de monte para monte, o que levou a esta, tão particular, Chula do Maia. Durante as gravações do seu trabalho discográfico, contavam-me as Sras. cantadeiras, “Maria e São do Costa”, respectivamente mãe (86 anos) e filha, que aquando das gravações do antigo Grupo Camponês, nunca a Chula do Maia foi gravada por dificuldade dos técnicos em registar adequadamente esta música tão característica do Alto-Coura.

 

Mestre Bento ensina

Mas voltemos à vida de Bento. A adolescência e mocidade, foi fértil em bailes de aldeia, ao som das concertinas, pelo que adquiriu um óptimo reportório de música tradicional. Durante esses bailaricos, fez dançar muitos da sua geração, e não só, também conseguiu captar números musicais bastante interessantes, que ainda hoje presenteia a quem o ouve. Fala muitas vezes da coreografia da música “Baião da Ana “. Era ainda um jovem adulto quando, como muitos portugueses, foi cumprir o serviço militar obrigatório em África. Este é um episódio, que não o vemos muitas vezes recordar. Depois da vinda do Ultramar, continuou a servir o Folclore, e em Agosto de 1975, quando surge o Rancho Folclórico de Cristelo, actualmente extinto, Bento Macedo começou a fazer parte da sua tocata. Mas, o seu bairrismo falava mais alto. Quando em 1982 se fundou a Associação Cultural Recreativa de Vascões, de onde nasceu o Grupo Folclórico do Alto-Coura, Bento Macedo assumiu a função de tocador, que se prolongaria por 21 anos. Deste agrupamento tem muitas recordações, como sendo as muitas actuações, os bons momentos de convívio e algumas gravações conjuntas com outros tocadores. Em 2000, amigo leitor, deu-se um importante episódio, tanto na vida de Bento, como, e arrisco-me a dizê-lo, na História do concelho, com a disponibilidade do Mestre de transmitir os conhecimentos de concertina. Hoje em dia, mestre Bento percorre várias localidades do concelho, e não só, para dar aulas de concertina em diversas associações culturais, tendo já um número significativo de aprendizes de todas as idades, com um grau de aprendizagem elevado. A Mestre Bento se deve o ressuscitar de velhos toques de concertina em Paredes de Coura. Há muito que era desejo de Mestre Bento, gravar um trabalho discográfico. Com a ajuda de alguns alunos, de Mário Correia do Centro de Música Tradicional de Sendim e da editora Sons da Terra, a 8 de Março de 2003, ficaram registados 13 temas. A 14 de Fevereiro de 2005, num ambiente de grande festa, Bento Macedo viu o sonho tornado realidade, com o lançamento público do seu CD, actualmente esgotado. Termino. Quanto a ti leitor, não fiques por aqui: vai conhecer a Giesteira, vai descobrir a maravilhosa paisagem da Área de Paisagem Protegida do Corno de Bico. Aproveita e passa pelo lugar de Aldeia, onde habita Mestre Bento, vai conhecê-lo, ouve as suas histórias, ouve as suas músicas…

Eduardo Cerqueira [texto] - Artigo publicado na revista Tempo Livre n.º 172

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 08:15
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

Programa das Festas do Concelho de Paredes de Coura - 2010

Festas do Concelho de Paredes de Coura - 2010

 

Festas em honra de Santo António e Nossa Senhora das Dores

 

Programa

 

 

Dia 06 de Agosto - Sexta-feira

09:00 Salva de Morteiros

Arruada pelos Grupos de Bombos e Zés Preiras:

Figueiras na Rua - Rubiães

Amigos da Música - São Martinho de Coura

10:00 Abertura das Exposições de Trabalhos realizados pela Escola de Bordados da Câmara Municipal de Paredes de Coura e por Maria Pereira (Tapeçaria e Pintura) (Sala de Exposições dos Paços do Concelho)

12:00 Concentração dos Grupos de Bombos (Largo Visconde de Mozelos)

19:00 Despedida dos Grupos de Bombos (Largo Visconde de Mozelos)

22:00 Actuação do Grupo Musical Kalhambeke – Paredes de Coura (Largo Hintze Ribeiro)

 

Dia 07 de Agosto - Sábado

 

08:45 Salva de Morteiros

09:00 Entrada dos Grupos de Bombos e Zés Preiras (Largo Visconde de Mozelos):

Unidos da Paródia – Amarante

Amigos da Borga - Fafe

Os Completos – Amarante

Os Delaenses - V.N.Famalicão

Bombos de St. André – Amarante

Os Amigos da Farra - Padornelo

12:00 Espectáculo do Ribombar dos Grupos de Bombos e Zés Preiras (Largo Visconde de Mozelos)

14:30 Entrada da Bandas de Música (Largo Visconde de Mozelos):

Associação Cultural e Recreativa Banda Nova de Fermentelos

Sociedade Recreativa e Musical 12 de Abril

18:30 Despedida dos Bombos e Zés Preiras (Largo Visconde de Mozelos)

19:00 Missa Vespertina com Sermão a Santo António (Igreja Matriz)

22:30 Actuação do Grupo Musical Notas Soltas – Lousã (Largo 5 de Outubro)

00:30 Despedida das Bandas de Música (Largo Visconde de Mozelos)

01:00 Fogo-de-artifício

Dia 08 de Agosto - Domingo

 

08:45 Salva de Morteiros

09:00 Entrada das Bandas de Música (Largo Visconde de Mozelos):

Banda de Música dos Bombeiros Voluntários de Arrifana

Banda Velha União S. Joanense

11:00 Missa e Sermão em Honra de N.ª Sr.ª das Dores solenizada pelo Grupo Coral Paroquial de Santa Maria de Paredes (Igreja Matriz)

16:00 Entrada da Fanfarra da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Monção (junto ao Quartel Dr. Afonso Viana)

17:30 Imponente Procissão

18:30 Despedida da Fanfarra (Largo Visconde de Mozelos)

20:00 Despedida das Bandas de Música (Largo Visconde de Mozelos)

22:00 Festival Nacional de Folclore (Largo Hintze Ribeiro) com a presença de:

Grupo Folclórico das Lavradeiras da Meadela – Viana do Castelo

Rancho Folclórico e Cultural de São Julião -  Valença do Minho

Rancho Folclórico das Lavradeiras de Oleiros -  Ponte da Barca

Rancho Folclórico de Parada de Gatim – Vila Verde

Rancho Folclórico de Rubiães – Paredes de Coura

22:30  Actuação do Grupo Musical Hugo Band - Paredes de Coura (Largo 5 de Outubro)

01:00 Fogo-de-artifício

 

Dia 09 de Agosto – Segunda-feira

 

15:00 Animação de rua com o Grupo Fanfarra Kaústica.

21:30 Filme-Concerto: “Retrato da Nossa Gente” (Adro da Capela do Espírito Santo) (Inscrições abertas, mais informações no Centro Cultural ou Biblioteca Municipal)

22:30 Actuação do Grupo Musical Júnior´s – Paredes de Coura (Largo Hintze Ribeiro)

 

Dia 10 de Agosto – Terça-feira - Feriado Municipal

 

08:45 Salva de Morteiros

09:00 Entrada dos Grupos de Bombos e Zés Preiras:

Figueiras na Rua – Rubiães

Os Amigos da Farra - Padornelo

Amigos da Música – São Martinho de Coura

09:15 Hastear Solene da Bandeira (Largo Visconde de Mozelos)

10:30 Missa em Honra de São Lourenço, comemorativa dos Combates da Travanca (Capela-Monumento de Cerdeira-Cunha)

16:00 Sessão Solene Evocativa do Dia do Concelho (Salão Nobre dos Paços do Concelho)

18:00 Troféu “Geminação” - S.C.Courense X Selecção de Cenon (Campo de Jogos do S.C.C) (Actividades desportivas ao longo da tarde, ver programa próprio)

22:00 Encontro de Folclore "Geminação" (Largo Hintze Ribeiro):

Grupo Etnográfico da ACRD de Paredes de Coura

Rancho Alegria Portuguesa de Gironde - Cenon

22:30 Actuação do Grupo Musical Roconorte—Monção (Largo 5 de Outubro)

01:00 Fogo-de-artifício

Encerramento das Festas do Concelho de 2010

 

Devido à ocupação dos Largos 5 de Outubro e de Hintze Ribeiro, a Feira Quinzenal no dia 7 de Agosto terá lugar no Largo D. Maria Luísa Abreu e Antas

 

 

A Mostracoura agradece a todos aqueles que, anonimamente, têm contribuído e contribuirão até ao final para o sucesso das festividades

 

Promoção e organização: Câmara Municipal de Paredes de Coura e Mostracoura (Associação para a Promoção de Produtos Regionais do Alto Minho)

 

Foto do Cartaz: Mário Pedro Sousa

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 23:01
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 23 de Julho de 2010

As graças de São Bentinho

*
*
*
No sábado 10 de Julho, no Santuário de São Bento da Porta Aberta, em Cossourado, o grupo de danças e cantares Besclore recriou um acontecimento bastante comum em tempos de antanho: os romeirinhos a São Bento.

*
*
*

Trajados a rigor com peças de vestuário dos nossos antepassados, onde não foi descurado nenhum pormenor, alguns elementos do Rancho Folclórico Besclore, de Lisboa, recordaram esses episódios onde se agradecia ao Senhor São Bentinho a concessão de alguma graça. Caminhando a passo lento, atrás de uma figura vestida com uma mortalha e acompanhado de uma vela da sua altura, entoando as tradicionais quadras dos romeirinhos, os elementos do Besclore a todos cativaram com a encenação, que depois teve o seu ponto alto dentro da capela onde foram rezadas algumas orações e oferecidos os ramos dos romeirinhos ao Senhor São Bentinho.
*
Saudamos o Grupo Besclore pela iniciativa, e fazemos votos que seja repetida, quiçá na romaria de São Bento em 2011.
in Jornal Notícias de Coura, edição n.º 166, 20 de Julho de 2010
 
*

 

 

*
 
*
 
*
*
*
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 17:02
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

Porreiras - Jugo de 1912

Na passada edição da Feira Mostra, que se realizou em Junho último, não deixou de causar grande curiosidade uma peça de antanho que se encontrava por ali exposta, falamos de um antigo jugo, datado de 1912. O quase centenário objecto, precioso no passado pela sua importância no conjunto que formava com o carro de bois, passou a ter o estatuto de preciosidade. Sabemos que este jugo, em boa hora, foi adquirido para fazer parte do património da freguesia de Porreiras, quiçá para ficar exposto permanentemente num espaço público, sendo na altura ofertadas umas monelhas para também acompanharem o tradicional utensílio. Para alguns será um conhecimento desses tempos de labuta agrícola, para outros o reavivamento de memórias. E é desta forma que Porreiras se transforma cada vez mais numa aldeia pedagógica.

in Jornal Notícias de Coura, edição n.º 166, 20 de Julho de 2010

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 16:08
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

Cancioneiro Courense - Vira dos Tocadores

Rancho Folclórico Camponês de Bico

13 de Junho de 2010

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 18:25
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

Cancioneiro Courense - Chula Velha

13 de Junho de 2010

Grupo Folclórico Camponês de Bico

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 16:30
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

Programa da EXPOLEITE 2010

"Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação Vessadas organiza a Expoleite, um evento que começa a afirmar-se como um marco no roteiro das feiras com espírito verdadeiramente agrário. A divulgação do trabalho dos agricultores, e a forma apaixonada como lidam com a terra e com os animais, surge como a única via para o rejuvenescimento da população agrícola. Neste sentido, a mensagem essencial da Vessadas é dirigida aos jovens, no sentido de os incentivar a escolher uma carreira profissional atractiva, cheia de oportunidades, com reconhecimento social e muito trabalho pela frente, assim haja vontade. A Expoleite conta com um significativo apoio do Município de Paredes de Coura e a colaboração das principais cooperativas e associações de criadores. Ao longo de três dias será possível assistir aos concursos das raças Frísia, Minhota e Barrosã, bem como a demonstrações práticas de arranjo de cascos e de preparação de animais para concurso. No sábado, dia 3 de Julho, decorrerá o seminário “O Mundo Rural e as suas Oportunidades” que abordará, entre outros assuntos, o tema da caça, incluindo uma simulação de Prova de Rasto. No domingo, dia 4 de Julho, realiza-se a Prova de Santo Huberto – 3.ª Prova Internacional de Paredes de Coura, e cerca das 14:00 o ponto mais aguardado do evento: o 3.º Concurso Regional da Raça Frísia do Alto Minho. O certame encerrará com um encontro de folclore regional. Ao longo dos três dias estará patente o 2.º Minhobiológico, subordinado ao tema “Sabores da Horta ao Prato”, reunindo produtores e retalhistas de produtos biológicos. A carne Minhota e diversas iguarias da região estarão disponíveis através de diversas colectividades e micro-produtores que proporcionarão aos visitantes saborosas refeições.

Uma garraiada e o concurso de beleza Miss Cowragirl e Mister Cowraboy pretendem garantir que o público jovem seja sempre uma constante durante o fim-de-semana."

A Organização

Programa da EXPOLEITE 2010

Largo D. Maria Luísa Abreu e Antas

2 de Julho de 2010

10:00 Entrada de animais e inspecção veterinária

11:00 Arruada de bombos

15:00 Abertura solene da exposição pelas entidades convidadas

15:30 2.º Minhobiológico – “Sabores do Campo ao Prato”

16:00 Visita acompanhada das escolas do concelho

16:30 Exposição de animais da raça Frísia e raças Autóctones

17:00 Abertura do concurso "O Meu Primeiro Compostor"

20:00 Prova de degustação de carne Minhota

22:00 Grupo de Cantares da Associação Cultural de Formariz

02:00 Encerramento

 

3 de Julho de 2010

10:00 Seminário "O Mundo Rural e as Suas Oportunidades "*-Ver programa próprio

10:30 Exposição de cães de caça

11:00 2º Concurso Autóctones das Serras do Minho

13:00 Prova de degustação de carne Minhota

14:30 Demonstração prática de arranjo de cascos

17:30 Monumental Garraiada com animação do grupo de forcados "OS PAPA VACAS"

18:00 Arruada de bombos

22:00 Concurso “MISS COWRAGIRL e MISTER COWRABOY”

02:00 Encerramento

 

4 de Julho de 2010

09:00 Prova de Santo Huberto – 3.ª Prova Internacional de Paredes de Coura

10:00 Exposição de animais da raça Frísia e raças Autóctones

11:00 Demonstração prática de Escola de Preparadores de Animais

13:00 Prova de degustação de carne Minhota

14:00 3.º Concurso Regional da Raça Frísia do Alto Minho

17:00 Entrega de prémios – Prova de Santo Huberto e “O Meu Primeiro Compostor”

17:30 Encontro de Folclore

20:00 Encerramento

 

SEMINÁRIO “Agricultura e Desenvolvimento Rural”

09:30 Recepção dos participantes

Entrega de documentação

10:00 Sessão de abertura

Representante do Município

Representante da Vessadas

10:15 Painel 1-A Desenvolvimento Rural

Mediador – Abel Baptista (Deputado da Assembleia da República)

- Desenvolvimento Rural - Um conceito ou uma realidade? (Rui Batista, DGADR)

- Prove, uma ideia para o Vale do Minho (Ana Paula Xavier, ADRIMINHO)

- A Loja Rural, uma ideia concelhia (Cristina Pereira, CMPC)

- A Participação dos Município no Desenvolvimento Rural (Carlos Duarte, CCDR-N)

11:15 Debate

11:30 Pausa para café

11:45h Painel 1-B A caça

Mediador – Eduardo Barros (Director da Zona Associativa da Boalhosa)

- O Mundo Rural e a Caça - Interacção Agricultura vs Caça (João Machado,CAP) em confirmação

- Legalidades do Sector -Leis das Armas, Carta de Caç. e Exam. (Álvaro Gonçalves, AFN)

- Actual Caracterização do Sector - Diminuição do n.º de Caçadores (Jorge Maia, Fencaça)

12:30 Debate

13:00 Almoço Biológico no recinto da “ExpoLeite2010”

15:30 Painel 2 - Demonstração de Prova de Rastos, Caça Maior

Mediadora – Fabíola Costa (VESSADAS)

-Simulação de prova de rasto no campo de Treino da Zona de Caça Associativa da Boalhosa (Caça maior)

Avaliadores –António Renda, Eduardo Barros, José Afonso e Paulo Jorge

17:00 – Encerramento com visita ao 2.º MinhoBiológico com prova de Produtos Biológicos e um Alvarinho Biológico de Honra

3.º Concurso Regional da raça frísia do Alto Minho

Escalões a concurso:

Vitelas 6-9 meses

Vitelas 10-12 meses

Vitelas 13-15 meses

Vitela campeã

Novilhas 16-18 meses

novilhas 19-22 meses

Novilhas 23-27 meses

Novilha campeã

Grande campeã jovem

Vacas jovens em lactação

Vacas intermédias em lactação

Vacas adultas em lactação

Melhor úbere

Melhor conjunto

Vaca grande campeã

Melhor criador

 

Organização:

 

Vessadas— Associação para o Desenvolvimento Agrícola e Rural das Terras de Coura

Rua de Aquilino Ribeiro, Bloco3 – Loja 1

4940-533 Paredes de Coura

tel/fax: 251788133

Email: vessadas@gmail.com

www.vessadas.com

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 12:24
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Segunda-feira, 28 de Junho de 2010

Bico - Rancho Camponês dança na Feira

Guardião das danças e cantares, dos trajes e tradições de antanho, assistimos no passado domingo 13 de Junho, durante o Festival de Folclore integrado na Feira Mostra de Paredes de Coura, a uma excelente exibição do Rancho Folclórico Camponês de Bico.

*
*
*
*
Apreciámos algumas modificações no agrupamento, nomeadamente o regresso de alguns trajes e danças que, noutros tempos, deram notoriedade ao Camponês por esse país fora. Como muita gente de mais idade diz, antes de existir Internet, festival de música e outros eventos, era o Rancho Folclórico Camponês de Bico que afamava a nossa terra.
in Jornal Notícias de Coura, edição n.º 165, 22 de Junho de 2010
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 11:57
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quinta-feira, 24 de Junho de 2010

Diocese de Viana do Castelo tem novo bispo

Anacleto Oliveira é o novo bispo de Viana do Castelo, sucedendo assim a José Augusto Pedreira que deixa o cargo ao atingir os 75 anos de idade, idade máxima para exercer as funções. Antigo bispo auxiliar de Lisboa, D. Anacleto Oliveira é natural de Leiria e tem 63 anos de idade. Ordenado padre em 15 de Agosto de 1970, obteve as licenciaturas em Teologia Dogmática e Ciências Bíblicas, em Roma, após o que se licenciou em Exegese Bíblica, em Coimbra. Mais tarde, obteria o doutoramento em Exegese Bíblica, na Alemanha, país onde foi capelão de Emigrantes Portugueses na diocese de Munster. O padre Alfredo Sousa (nosso conterrâneo) , reitor do Seminário de Viana do Castelo, congratulou-se com o anúncio do novo bispo, dizendo, no entanto, que D. Anacleto Oliveira era já um nome há muito apontado.

in Jornal Notícias de Coura, edição n.º 165, 22 de Junho de 2010

 

Imagem retirada, com a devida vénia, do site   www.patriarcado-lisboa.pt

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 17:19
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Segunda-feira, 24 de Maio de 2010

Programa da XVII Feira Mostra de Produtos Regionais do Alto Minho

 

Largo de Hintze Ribeiro - Paredes de Coura

 

“No coração do Alto Minho, em Paredes de Coura, pelos dias 11, 12 e 13 de Junho de 2009, ouvir-se-á, de longe, a arruada de bombos que anunciará festa rija, na abertura da XVI Feira Mostra de Produtos Regionais do Alto Minho.

Famosos pela autenticidade e ligação à terra, os courenses, imbuídos de alegria e hospitalidade que lhes é reconhecida, receberão os forasteiros com concertinas, folclore, jogos tradicionais e arraiais, entre outros.

A Feira Mostra preencherá o horizonte e encantará o público com actividades ligadas ao artesanato e produtos da agro-indústria.

A modernidade e actualização dos tempos não acabaram com a magia das formas, das cores, dos cheiros e sabores presentes, o que nos remete a uma autêntica viagem às origens, a que ninguém vai resistir…”

 

Programa

 

Dia 11 de Junho

 

17:00 - Abertura da feira

-Arruada de Bombos com o grupo de Zés P´reiras de Fragoso– Barcelos

“Demonstrações práticas dos serviços de restaurante e bar”, organização: ADEMINHO

22:00 -Animação com Música Tradicional

Concertinas

23:00 - Actuação da Associação Tocándar – Marinha Grande

Concertinas

Dia 12 Junho

 

08:00 - Convívio de Pesca na Praia Fluvial do Taboão-Formariz (Inscrições na secretaria da Câmara Municipal de 1 a 9 de Junho)

10.00 - Abertura da Feira

“Demonstrações práticas dos serviços de restaurante e bar”, organização: ADEMINHO

11:00 - Grupo de Concertinas “Os amigos de Sobreposta”, com actuação durante a tarde pelas tasquinhas.

15:00 - Jogos tradicionais no Jardim Público

16:00 - Campeonato de Sueca

Organização da Associação Cultural e Desportiva de Castanheira

18:00 - Competição de carrinhos de rolamentos na Avenida de Cenon

22:30 - Arraial com o Grupo Musical “Lés a Lés”

Desgarradas com concertinas pelas tasquinhas

 

Dia 13 de Junho

 

10:00 - Abertura da Feira

“Demonstrações práticas dos serviços de restaurante e bar”, organização: ADEMINHO

15:00 - Desfile de trajes antigos

16:00 - Encontro de Folclore:

-Rancho Folclórico Camponês de Bico – Paredes de Coura

-Rancho Folclórico do Bairro de Santarém

-Grupo de Baile e Pandereteiras "Hélios" – Vigo

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 08:29
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Cortejo Etnográfico 2009 - Vila - II

*
*
*
...a evocação do Grupo Folclórico de Paredes de Coura (também chamado de Miguel Dantas)...
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
...e uma procissão solene da época anterior ao Concílio Vaticano II.
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 18:29
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (2) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 26 de Março de 2010

Cortejo Etnográfico 2009 - Mozelos

*
*
*
*
*
*

No cortejo etnográfico que se realizou a 8 de Agosto de 2009, Mozelos representou as antigas furnas, construções onde era fabricado o carvão a partir de lenhas.

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 22:17
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Terça-feira, 9 de Março de 2010

Cortejo Etnográfico 2009 - Formariz

A freguesia de Formariz representou no Cortejo Etnográfico 2009 os "Romeiros a Nossa Senhora do Livramento".
 
Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 12:22
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Cortejo etnográfico 2009 - Cunha

*

*

*

*

*

*

*

*

*

Os Combates da Travanca, que em parte se desenrolaram em Cunha nos dias 9 e 10 de Agosto de 1662 durante a Guerra da Restauração, foram representados por essa freguesia no Cortejo Etnográfico 2009.

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 18:29
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
| | partilhar
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2010

Cortejo etnográfico 2009 - Cossourado

A freguesia de Cossourado fez-se representar no Cortejo Etnográfico 2009 com um quadro expressivo da vida do moleiro.

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 11:25
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
| | partilhar

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Artigos recentes

. Cancioneiro Courense - Ro...

. Cortejo Etnográfico 2012 ...

. Festas do Concelho de Par...

. Instrumental Minhoto

. DESFOLHADA NO CHÃO DO ABA...

. Bento Macedo - Tocador de...

. Programa das Festas do Co...

. As graças de São Bentinho

. Porreiras - Jugo de 1912

. Cancioneiro Courense - Vi...

.Arquivos

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Ligações

.últ. comentários

QUEM EXISTE E AINDA VIVE EM PAREDES DE COURA SÃO O...
SIM. QUEM ESTA A RESPONDER É UMA PRIMA QUE TAMBEM ...
Procurei este nome na internet por mera curiosidad...
Tenho muito péna ver certas alminhas acabar assim
Orgulho de um familiar . Pelo visto a familia e g...
Gosteis desta coberturas de piscinas (http://www.c...
Boa obra do Municipio.
Desculpe troquei o nome, o correto é Miguel do pat...
Olá José, somente agora vi os comentarios no blog ...
Ola Teresa, somente agora visualizei sua mensagem,...

.mais comentados

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.subscrever feeds

blogs SAPO