Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Indignação

Hoje vou falar-lhes de um caso que me indignou profundamente. Um destes dias, ao fim da tarde fui alertado para ir imediatamente fotografar uma cena chocante. Prontamente desloquei-me ao local (depósitos de lixo subterrâneos na Rua de Pereira da Cunha), e deparei-me com algum aparato. Uma viatura de recolha do lixo da Câmara Municipal fazia erguer os depósitos do lixo, só então deu para ver o que ali se passava: um cãozinho atado pelo pescoço, dentro de um saco de farinha plástico, tinha sido atirado para dentro do caixote de lixo! Quem faria tal acto?

 

 

Quando tudo parecia crer que o animal não tinha escapado, e que já estava cadáver, eis que ele desperta quando lhe é retirada a corda que o estava a asfixiar.

 

Logo notou-se que o animal estava bastante debilitado com a queda aquando a entrada no depósito do lixo, e também tinha algumas feridas.

 

Com muita força de vontade, mas muito deprimido, lá começou a abrir os olhos e a ingerir um pouco de água, mas não sabiamos se ia sobreviver.

 

 

Felizmente, um amigo meu de infância, hoje formado em medicina veterinária, prontamente lhe deu assistência, e conseguiu salvar o "Velhinho".

Para além de muitas mordidelas antigas, o Velhinho estava cheio de bichos, e foi necessário administrar-lhe bastante medicação. Mas, graças a Deus, o Velhinho está bem, e encontra-se em casa do Dr. José Eduardo Nogueira, á espera de um novo dono.

Apelo a todos, que divulguem este caso bárbaro, e consigam arranjar um dono para o "Velhinho".

 

 

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 13:45
Ligação do artigo | Comente | Adicionar aos favoritos
partilhar
18 comentários:
De Filipa Pires de Lima a 1 de Outubro de 2007 às 16:36
Boa tarde. Acabei de postar o comentário que se segue no fórum Felinus:
"Olá
Como o mundo é pequeno... eu passei grandes temporadas da minha vida em Paredes de Coura, porque a minha família materna é toda de lá.
Como as minhas tias mais velhas (vivem no Porto) assinam um jornal courense, mal tiveram conhecimento da situação desse animal através do dito jornal avisaram-me logo (vivo em Lisboa). Claro que pouco ou nada poderia fazer, até porque quando soube, já o animal estava a ser muito bem tratado de toda a situação miserável em que foi resgatado.
Concordo que estas situações se devem divulgar, mas infelizmente elas são demasiado frequentes... eu própria tenho uma cadela que estava viva, ainda bébé, fechada num saco de plástico, dentro de um contentor do lixo.
O que quero aqui alertar é para o facto de em Paredes de Coura haver imensos animais errantes, mal tratados, mal amados e esbofeteados nas ruas, como eu o comprovo anualmente quando fico lá uma semana no verão.
Ainda este ano, falei com um vet de lá (Drº João Paulo que dá aulas na esc. sec. de lá) que me disse que não há qualquer tipo de associação ou, pelo menos, grupo de pessoas que se dediquem aos inúmeros animais cheios de fome e doenças que andam pela vila de Coura (por exemplo junto ao Intermarché é horrível). Ainda por cima, segundo esse vet, as mentalidades são tão atrasadas, que para convencer os donos a aplicar anti-pulgas nos seus animais é preciso quase que lhes pedir de joelhos...
Eu própria, nessa semana que costumo passar lá no verão sou constantemente "gozada" por tentar dar ração e água a esses animais pelo menos uma semana no ano inteiro. Chamam-me nomes e dizem que "os cães aqui são para andar por aí; se morrerem, é menos um; lá vem esta da capital com a mania que aquelas porcarias (cães) valem para alguma coisa"...
Será que não há por aqui ninguém que fosse capaz de dinamizar ajuda aos fofinhos desta vila?
A ajuda que posso oferecer à distância será pouca, mas pelo menos posso divulgar situações e ajudar na logística.
Obrigado,
Filipa Pires de Lima"
De axn a 4 de Outubro de 2007 às 16:48
Cara amiga, o mudar das mentalidades passa tambem pelos profissionais da area? Porque nao diz a esse vet que o trabalho tem de partir dele? E dos outros que ha em Paredes de Coura, que nao sao poucos?
Se nao fosse pelo mau trabalho dos veterinarios de Paredes de Coura, esse animal, dono do "Velhinho", teria ja sido encontrado (segundo consta no jornal "o Coura", o Velhinho esta identificado com microship).
Os srs. Drs que se deixem de conversa e façam o trabalho que lhes compete.
Um abraço ao Eduardo Cerqueira dono deste interessante blog.
De sonia zuzarte a 16 de Julho de 2009 às 20:10
bem isto é assim. para as pessoas mal informadas deste país (que infelizmente sao muitas) tenho a dizer o seguinte: o microship só por si nao chega para identificar 1 animal, porque depois de o veterinario o colocar há que fazer o resto, ou seja, pegar no documento que é passado quando da colocaçao do ship e levá-lo á junta de freguesia para este seguir os trambites legais
só assim será possivel identificar o dono
quanto aos veterinarios de paredes de coura não sao assim tantos como se diz aqui
e os 2 que são meus amigos pessoais são pessoas muito competentes e conscientes

Comentar artigo

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Artigos recentes

. Cantinhos da Vila de Pare...

. Recordar - Incêndio do al...

. Cantinhos da Vila de Pare...

. Cantinhos da Vila de Pare...

. Peregrinação a São Bento ...

. Memória do Beato Redento ...

. Imagem do Beato Redento d...

. Festas do Concelho de Par...

. XXIV Feira Mostra de Prod...

. Festa da Truta - De 2 a 4...

.Arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Ligações

.últ. comentários

QUEM EXISTE E AINDA VIVE EM PAREDES DE COURA SÃO O...
SIM. QUEM ESTA A RESPONDER É UMA PRIMA QUE TAMBEM ...
Procurei este nome na internet por mera curiosidad...
Tenho muito péna ver certas alminhas acabar assim
Orgulho de um familiar . Pelo visto a familia e g...
Gosteis desta coberturas de piscinas (http://www.c...
Boa obra do Municipio.
Desculpe troquei o nome, o correto é Miguel do pat...
Olá José, somente agora vi os comentarios no blog ...
Ola Teresa, somente agora visualizei sua mensagem,...

.mais comentados

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30

.subscrever feeds

blogs SAPO