Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

Recordar- Inauguração do Sanatório Presidente Carmona

"Sanatório Presidente Carmona
 
Sua inauguração em 16 de Setembro de 1934
 
 
A pouca distância da Vila, região ubérrima e encantadora em que casa admiravelmente a beleza idílica da paisagem com a diafaneidade e rutilâncias dum céu de esmeraldas, eleva-se majestoso o monte da Pena, sobre que assenta, no espaldar suave da encosta a uma altitude aproximadamente de 400 a 500 metros, repassado de uma unção de carinho e benemerências o Sanatório para ferroviários do Estado.
Se as montanhas não tivessem já aquela força mágica, atractiva que nos encanta e seduz, a Pena, com o seu aspecto risonho e o seu Sanatório majestoso, longe do tumultar das paixões humanas, no silêncio profundo, que só a música da Natureza interrompe, dar-nos-ia a impressão que deixámos a Terra a Caminho do Céu.
Alcandorada garbosamente no vasto planalto de Coura, assentada no seu pedestal de glória, rodeada de casais agrícolas, brancos, muito brancos, a contrastar com o verde escuro da relva, matizada aqui e além pela meiguice de uma flor e perfumada pela suavidade deslumbrante do rosmaninho, a Pena apresenta-se cheia de sugestiva e omnímoda elegância, emoldurada num fundo de maravilhas que é todo o concelho de Paredes de Coura.
Mais altos motivos porém impõe à consideração de todo este local abençoado. Porquanto, apenas surge nas noites escuras da vida das encruzilhadas dos revezes, como fantasma aterrador, a tuberculose pavorosa logo o Sanatório, recentemente inaugurado no monte da Pena, freguesia de Mozelos, se levanta como aurora bendita a derramar nos corações amargurados dos humildes e beneméritos ferroviários torrentes de paz e sorrisos. 
Era a 16 de Setembro, Festa explendente, convidativa. O sol, radiante e belo, já no declínio batia em cheio nas rasgadas janelas do Sanatório e com os seus raios filigranados de luz suavíssima banhava profusamente os seus amplos salões. Queria também compartilhar da festa e imprimir-lhe aquela animação e graça que só o Minho sabe interpretar quando se trata de engrandecer as virtudes másculas da raça portuguesa.
Paredes de Coura, hospitaleira e acolhedora, movimenta-se e cerrando fileiras em volta daqueles que trabalham pelo engrandecimento da terra, vai ali render, por entre aplausos, as suas homenagens aos intrépidos timoneiros que orientam a nau do Estado e levar os seus parabéns, as suas saudações aos ferroviários do Estado. As portas do Sanatório abrem-se de par em par, para a todos receber com o mesmo carinho, com a mesma solicitude.
Gente humilde do povo, pessoas de representação e da alta sociedade no nosso meio, irmanados na mesma elevação de pensamento, vão ali unir seus coros de louvores aos, encantos da Natureza exuberante e emprestar às solenidades inaugurais um pouco daquela alegria moça, que inunda as almas.
O snr. Dr. Monteiro Barros justifica a ausência dos senhores Ministros das Obras Publicas e Chefe de Governo e logo a seguir a snr.ª D. Laura Paul descerra duas lápides comemorativas. Houve discursos inflamados, vibrantes, cheios de fé e patriotismo. Falaram os snrs. Dr. Monteiro de Barros, Dr. Matos Rodrigues, Dr. Lobo Alves; Luís Alves da Costa, delegado dos ferroviários; engenheiro Branco Cabral; o director clínico do Sanatório, Dr. Fonseca Monteiro e por último o Dr. António Emílio de Magalhães. 
Este orador focou com acerto o principal e fundamental problema em volta do qual gravitam todos os demais: a higiene e o salário.
De facto, enquanto se não olhar com os olhos de ver para os proletários, enquanto se não fizerem substituir as suas choupanas imundas, os antros cavernosos e asfixiantes, por habitações higiénicas e asseadas; enquanto se não levar à fábrica um pouco de caridade cristã e de justiça social, não haverá redenção possível; enquanto o Estado Novo não desfizer um a um todos os princípios velhos e liberais, levantar sanatórios é um bem, mas não é enfrentar a momentosa questão social que tanto preocupa os espíritos.
No final houve um Porto de Honra que deu lugar à troca de amistosos brindes e saudações ao Chefe do Estado."
 

 in Jornal “O Courense” n.º 303, de 30 de Setembro de 1934

(Sanatório Presidente Carmona, inaugurado em 1934, na foto ainda só com um pavilhão).

Publicado por Eduardo Daniel Cerqueira às 14:40
Ligação do artigo | Comente | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos
partilhar

.Mais sobre mim

.Pesquisar neste blog

 

.Artigos recentes

. Recordar- Inauguração do ...

.Arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Ligações

.últ. comentários

QUEM EXISTE E AINDA VIVE EM PAREDES DE COURA SÃO O...
SIM. QUEM ESTA A RESPONDER É UMA PRIMA QUE TAMBEM ...
Procurei este nome na internet por mera curiosidad...
Tenho muito péna ver certas alminhas acabar assim
Orgulho de um familiar . Pelo visto a familia e g...
Gosteis desta coberturas de piscinas (http://www.c...
Boa obra do Municipio.
Desculpe troquei o nome, o correto é Miguel do pat...
Olá José, somente agora vi os comentarios no blog ...
Ola Teresa, somente agora visualizei sua mensagem,...

.mais comentados

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.subscrever feeds

blogs SAPO